Luto pela tragédia no Rio de Janeiro.





A sociedade cria os seus próprios monstros e até eles nos engolirem, fingimos não vê-los!

Quando olhamos aquela tragédia, nos deparamos primeiramente com vários sentimentos. São momentos como estes que nos emocionamos e percebemos como somos frágeis.
Mas, se analisarmos devidamente os fatos, quem são as vítimas? De um lado, crianças desprotegidas, assistindo aula e interrompidas por tiros. Do outro, um jovem órfão que em tempos já demonstrava um comportamento diferenciado, retraído e todos percebiam que ele era diferente, mas nada foi feito.
Assim é a nossa sociedade! Só temos olhos para aquilo que nos afeta. Não sabemos tratar as pessoas, ou melhor, não percebemos as pessoas.
Ninguém melhor do que Jesus para nos ensinar esta sensibilidade que tanto nos falta. Quantas vezes em seu caminhar Ele não parou, olhou, sentiu, tocou, ouviu? Por isso, apenas Ele pode realmente ser o nosso exemplo de cuidado com o outro, de amor ao próximo como a nós mesmos.
A Família Criativa, composta de várias denominações, tem sido abençoada a cada dia com a presença do Senhor e o seu cuidado. Numa escola não pode deixar de faltar conteúdos, regras, boa alimentação, entre outros aspectos, mas principalmente, não pode deixar de ter orações. Então, convido todos os meus amigos para estarmos sempre orando pelo nosso bem maior, nossas crianças, sempre permitindo que Deus veja a nossa gratidão por tudo o que Ele tem nos feito e por tudo aquilo que ainda fará.

Cynthia Lira - Coordenadora Pedagógica da Escola Criativa

Luto pela tragédia no Rio de Janeiro.
Postar um comentário